Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Como Matar a Fé  |  Pr. Olavo Feijó

Tiago 2:17 - Assim também a fé, se não tiver as obras, é morta em si mesma.

A carta escrita por Tiago é repleta de considerações práticas. Assim, ao falar sobre a importância da fé, seu teste é simples: a fé é testada por seus resultados. “Assim também a fé, se não tiver as obras, é morta em si mesma” (Tiago 2:17).

Tiago nunca superestimou as obras religiosas em detrimento da fé em Cristo. Quando examinamos o contexto geral dos escritos, Tiago não entra em choque com Paulo. E os dois concordam com os ensinos de Jesus. Ninguém se salva pelo cumprimento das leis religiosas: isto é, “pelas obras”. “Para que ninguém se glorie” – afirmou Paulo. Ao declarar esta doutrina, porém, ninguém se coloca contra “os frutos do Espírito”.

Jesus, mais de uma vez, foi enfático: “a árvore se conhece pelos seus frutos”. Mais ainda: árvores espirituais, como os cristãos devem ser, têm que dar fruto em todas as estações do ano. Foi esta a lição da figueira sem fruto, que foi amaldiçoada pelo Mestre. Crente que não produz obras espirituais na vida diária, está no nível da figueira infrutífera, amaldiçoada. Porque sem frutos, foi morta. O melhor caminho para matar a fé é não fazê-la produzir obras. “Pelos seus frutos, sereis conhecidos”, disse Jesus. Conhecidos e vitalizados, por causa da sua fé frutífera.