Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Ossos Envelhecidos  |  Pr. Olavo Feijó

Salmos 32:3 - Quando eu guardei silêncio, envelheceram os meus ossos pelo meu bramido em todo o dia.

O Salmo 32 é uma das mais profundas descrições dos sentimentos de culpa, de remorso, de arrependimento e de perdão. Sua descrição da culpa e do remorso diz: “Enquanto me calei, envelheceram meus ossos pelo meu bramido em todo o dia” (Salmo 32:3).

O coração acorrentado pela culpa e pelo remorso sofre física e espiritualmente. O corpo cheio de remorso desenvolve ossos ressecados, envelhecidos, prestes a quebrar. A culpa alimentada pelo remorso conduz ao suicídio, como aconteceu com Judas.

O Senhor inspirou Davi a escrever o Salmo 32 para nos ensinar o poder espiritual do arrependimento. Arrependimento é obra do Espírito Santo, para nos restaurar dos pecados que nos machucam. O Apóstolo João é enfático: se reconhecemos nossos pecados e os confessarmos ao Senhor, “Ele é fiel e justo, para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda a injustiça”. O segredo para desenvolver ossos envelhecidos é negar o nosso pecado, fingindo uma santidade que não temos. Ossos saudáveis e poderosos nós os desenvolvemos com o arrependimento e a confissão diante do Senhor. Ele é a saúde dos nossos ossos.