Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Não Conviver com Pagãos  |  Pr. Olavo Feijó

Êxodo 23:33 - Na tua terra não habitarão, para que não te façam pecar contra mim; se servires aos seus deuses, certamente isso será um laço para ti.

São muitas as advertências aos israelitas, quanto à convivência com os povos pagãos. Em uma delas, o Senhor alerta: “Não deixem que esses povos morem na terra de vocês, senão eles os levarão a pecar contra Mim...” (Êxodo 23:33).

O ditado popular já diz: “As más companhias corrompem os bons costumes”. Apesar disso, por qual razão, insistimos em conviver com os “maus costumes”? Porque, para praticar a ruindade ninguém precisa de disciplina ou força de vontade: basta largar o corpo e seguir o caminho mais fácil. Em outras palavras, é o que Jesus disse: “larga é a porta e espaçoso o caminho que conduz à perdição”.

Conviver com os pagãos significa, em última análise, pactuar com os padrões deles, concordar com suas injustiças e imoralidades. Ser pagão é adorar falsos deuses. É criar ídolos, que nada são: é inventar rituais que alimentam o egoísmo e a carnalidade. É fazer causa comum com o mundo, naquilo em que ele se organiza contra a revelação de Deus na Bíblia, em Cristo. Conviver com os pagãos, por isso, é “pecar contra Mim”, é cultivar aquilo que nos separa do Senhor. A escolha é, sempre, nossa: os pagãos ou o Senhor.