Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
O Senhor Deu, o Senhor Tirou  |  Pr. Olavo Feijó

1:21 - E disse: Nu saí do ventre de minha mãe e nu tornarei para lá; o SENHOR o deu, e o SENHOR o tomou: bendito seja o nome do SENHOR.

Para o Autor do livro de Jó, a soberania do Senhor é indiscutível e absoluta. Por isso, quando de repente, toda a sua riqueza lhe é tirada, o Patriarca não tem dúvida: “... O Senhor deu, o Senhor tirou: bendito seja o nome do Senhor” (Jó 1:21).

Muitos evangélicos subscrevem uma teologia popular que ensina: aqueles que procuram viver em obediência ao Senhor sempre são recompensados com prosperidade material. Por outro lado, dizem, aqueles que não abandonam seus pecados, são castigados com a perda dos seus bens. É a teologia da barganha.

O livro de Jó afirma abertamente que o Senhor é soberano. Para ele, tanto os bens materiais como a sua ausência são usadas pelo Senhor para nos ensinar a ter saúde espiritual. Por isso, o que quer que o Senhor nos dê – doença ou saúde, emprego ou desemprego – quando recebido no contexto da providência divina, sempre nos ajuda a crescer como pessoa. Visto teoricamente o livro de Jó é difícil de aceitar. Somente cristãos que tiveram experiência prática com a soberania divina conseguem vê-la como prova do amor divino. É por amor que Ele dá e tira.