Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Os Remanescentes de Israel  |  Pr. Olavo Feijó

Sofonias 3:13 - O remanescente de Israel não cometerá iniqüidade, nem proferirá mentira, e na sua boca não se achará língua enganosa; mas serão apascentados, e deitar-se-ão, e não haverá quem os espante.

Os profetas bíblicos tinham dois objetivos. O primeiro foi condenar o afastamento do povo, concernente à correta atitude espiritual. O segundo objetivo foi o de confirmar a eficácia do arrependimento do povo, abrindo caminho para receberem bênçãos e restauração: ”O remanescente de Israel não cometerá iniqüidade, nem proferirá mentira e na sua boca não se achará língua enganosa; porque serão apascentados e deleitar-se-ão; e não haverá quem os espante” (Sofonias 3:13).

Existem igrejas hoje em dia que não são muito diferentes de clubes sociais. Nelas, não se sabe o que é mais confortável: o templo, com ar condicionado, telões e bancos estufados – ou a mensagem água com açúcar pregada do púlpito. A situação é quase idêntica à do povo de Israel, quando passava por tempos de mediocridade espiritual.

À semelhança do Israel decadente, as profecias prometem dias espiritualmente saudáveis para o povo de Deus sincero: os “remanescentes de Israel”. A restauração coincide com um comportamento das igrejas, no qual não haverá “iniqüidade” e “língua enganosa”. Cabe às igrejas o escolher uma volta para o Senhor, para receber as bênçãos dos remanescentes de Israel.