Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Pecados Profundos  |  Pr. Olavo Feijó

Salmos 19:12 - Quem pode entender os seus erros? Expurga-me tu dos que me são ocultos.

Davi sabia muito bem quanto o pecado pode ser arrasador, na vida daqueles que querem seguir a Deus. Por isso, em uma de suas orações, ele roga: “Quem pode entender os próprios erros? Expurga-me Senhor dos que me são ocultos” (Salmo 19:12).

Há erros em nossa vida cristã, que nos perseguem por muitos anos. Por uma série de razões, nós os escondemos os mais fundos possíveis. Nossa imaturidade acredita que, nos esquecendo do mal que cometemos, chegará um dia quando ele desaparecerá e deixará de nos prejudicar. O Salmista descobriu que pecado esquecido não significa pecado eliminado.

Escrevendo para nós os crentes, na Sua Primeira Carta, João garante que, quando reconhecemos e pedimos de Deus o perdão, Ele nos perdoa e nos purifica completamente. Aliás, sabendo das nossas dificuldades em levar a sério nosso pecado, o Apóstolo afirma: “se dissermos que não cometemos pecado, enganamo-nos a nós mesmos”. Nossas penitências não nos livram de nossos pecados ocultos: quem faz isto é a graça divina.