Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Cultivando o Primeiro Amor  |  Pr. Olavo Feijó

Apocalipse 2:4 - Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor.

Após enumerar as boas qualidades da igreja de Éfeso, Jesus lamenta: “Contra você, porém, tenho isto: você abandonou o seu primeiro amor” (Apocalipse 2:4).

O Senhor não ignora nosso esforço de servi-lo na igreja. Ele registra com muito cuidado nossa postura de ortodoxia doutrinária. Ele elogia nosso “trabalho árduo e perseverança”. Mesmo contabilizando tudo isso, Ele sente necessidade de avaliar o tipo de motivação espiritual de nossa conduta religiosa. Para Jesus, “abandonar o primeiro amor” é atitude muito triste muito grave.

Nosso “primeiro amor” é aquela alegria imensa que nos invade, quando o peso de nosso pecado é perdoado. Nosso “primeiro amor” é a experiência de comunhão com o Senhor, que fortalece a consciência de vossa fragilidade. Nosso “primeiro amor” é aquela constatação, que ainda experimentamos, de que a Bíblia é “lâmpada para nossos pés e luz para nosso caminho”. Nosso “primeiro amor” é aquela atitude que ainda nos ajuda a dizer “pequei contra ti”, e que nos leva a buscar a correção do Senhor. Este é o amor do Senhor, que nos permite continuar cultivando nosso “primeiro amor”.