Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Meus Pecados Ocultos  |  Pr. Olavo Feijó

Êxodo 19:12 - E marcarás limites ao povo em redor, dizendo: Guardai-vos, não subais ao monte, nem toqueis o seu termo; todo aquele que tocar o monte, certamente morrerá.

A Bíblia não usa a palavra “inconsciente”. Mas o conceito “aquilo que não é consciente” é detectado na oração do salmista: “quem pode entender os próprios erros? Expurga-me dos pecados que me são ocultos” (Salmos 19:12).

Mais e mais os pesquisadores das neurociências vêm-se impressionando pela quantidade imensurável das funções automáticas do nosso corpo e da nossa mente. Independentemente de não termos consciência delas, elas acontecem aos milhões, constantemente. Quando elas param, o corpo morre.

Não sendo um livro de ciência, a Bíblia se refere a essa constatação científica, usando uma abordagem de revelação espiritual. Pela revelação do Espírito, ficou claro para o salmista o impacto que “os pecados que me são ocultos” significa no nosso viver diário. E se usarmos a definição que Isaías deu a pecado, como o que quer que seja que nos “separa” do Senhor, então entendemos o debate íntimo de Paulo que fazia o mal que não queria e deixava de fazer o bem que pretendia. Nesta nossa batalha diária com o nosso mundo interior, inconsciente, deve ser nossa a atitude do salmista: só o Senhor pode penetrar poderosamente em nosso inconsciente, ajudar-nos a entendê-lo e conseguir expurgá-lo. Meus pecados ocultos são evidentes para o Senhor: pela graça e poder do Seu Espírito vivenciamos auto-realização espiritual.