Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
O “amigo” Judas  |  Pr. Olavo Feijó

Mateus 26:50 - Então disse Jesus à multidão: Saístes, como para um salteador, com espadas e varapaus para me prender? Todos os dias me assentava junto de vós, ensinando no templo, e não me prendestes.

Somos, por natureza, seres limitados. Nosso entendimento tem limites. Nossa alegria não dura para sempre. Nossa saúde, às vezes, nos falta. Apesar de todas as incertezas, a maioria das pessoas aceita a dura realidade de que nada é permanente.

O caso do discípulo Judas Iscariotes é bem emblemático. Ao ficar sabendo que o Mestre podia lhe render um bocado de moedas de prata, não pensou duas vezes. Comparou a vida financeira apertada que aguentava, seguindo o Nazareno, com a pequena fortuna que os sacerdotes lhe entregariam. Esqueceu de todos os escrúpulos religiosos e, com um beijo único, contribuiu para o drama da crucificação. “Amigos, amigos, negócios à parte”.

Felizmente, Cristo veio ao mundo, visando salvar tantos Judas quanto possível. Mesmo sendo criticado, por ser “amigo de pecadores” (Mateus 11:19), o Senhor não desanima. Jesus veio ao mundo exatamente por causa dos nossos pecados à maneira de Judas. O único poder que vence o pecado do mundo é o incompreensível amor que Ele tem por nós. E que está sempre à nossa disposição, apesar de nossas traições...