Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Às vezes, invejo os iníquos  |  Pr. Olavo Feijó

Salmos 73:2 - Quanto a mim, os meus pés quase que se desviaram; pouco faltou para que escorregassem os meus passos.

No Salmo 73, Asafe descreve a importância das nossas percepções, na construção do nosso universo pessoal. Usando linguagem poética, ele ilustra aquilo que os cientistas chamam de “psicologia da percepção”: nossos sentimentos de realidade dependem intimamente do tipo de ótica que nós escolhemos, para caracterizar a chamada “realidade do mundo”. Eis a declaração autobiográfica de Asafe: “Porém, quando vi que tudo estava indo bem para os orgulhosos e maus, quase perdi minha confiança em Deus, porque fiquei com inveja “daqueles que nem dão bola para os mandamentos bíblicos (Salmo 73:2-3).

Os ladrões, os corruptos e os cínicos continuam prosperando financeiramente e, ainda por cima, continuam debochando dos cristãos que, por causa da honestidade, continuam ralando para ter o essencial.

Nosso país só não foi completamente para o brejo porque conta com uma minoria teimosa, que “não dobrou os joelhos a Baal e a Manon” (I Reis 19:19). Em Quem estamos enfocando nossa percepção? Jesus, que “já venceu o mundo” (João 16:33), insiste em que vivamos com nossos olhos da fé grudados Nele. Foi exatamente isto que nos disse o autor da Carta aos Hebreus: “Conservemos os nossos olhos fixos em Jesus, pois é por meio Dele que nossa fé começa e é Ele quem aperfeiçoa nossa fé” (Hebreus 12:2).