Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Ofertas que não valem nada  |  Pr. Olavo Feijó

Malaquias 1:13 - E dizeis ainda: Eis aqui, que canseira! E o lançastes ao desprezo, diz o SENHOR dos Exércitos; vós ofereceis o que foi roubado, e o coxo e o enfermo; assim trazeis a oferta. Aceitaria eu isso de vossa mão? diz o SENHOR.

Quando a religião se torna uma simples rotina, vai perdendo seu conteúdo de saúde espiritual e passa se manter com práticas e ofertas apenas para constar. Através do profeta Malaquias, este tipo de culto é rejeitado pelo Senhor: “Vocês dizem já estamos cansados de tudo isso! – e riem de Mim e Me tratam com desprezo. E ainda me oferecem um animal roubado ou um animal aleijado ou doente. Vocês acham que Eu, o Senhor, vou aceitar isso?” (Malaquias 1:13).

É da nossa natureza dedicar o melhor que temos, quando nos deparamos com algo ou alguém, cuja importância nos seja óbvia. Tendemos a não dar nosso melhor, quando nos relacionamos com aquilo que, para nós é destituído de qualidade ou valor.

O mesmo acontece, no nosso comportamento, quando o assunto é relacionamento com Deus. A intensidade da nossa entrega ao Senhor flui como uma natural consequência do valor que atribuímos a Ele. Deus não precisa, realmente, de nós. Acima de tudo, Ele não precisa de nossas esmolas. Ele não que as migalhas do nosso tempo, do nosso amor, de nossa dedicação. Como escreveu Paulo, “Deus ama ao que entrega com alegria”.