Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Aba, Pai.  |  Pr. Olavo Feijó

Romanos 8:15 - Porque não recebestes o espírito de escravidão, para outra vez estardes em temor, mas recebestes o Espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba, Pai.

O apóstolo Paulo, ao enfocar a revelação completamente diferente, que recebemos de Cristo, sobre Deus, afirma: “... mas recebestes o espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba, Pai” (Romanos 8:15).

Contrariamente às religiões organizadas pelos homens, que pregam uma divindade distante, inimiga, meramente castigadora, a “religião” ensinada por Jesus Cristo apresenta o Senhor como “Pai nosso”.

O Apóstolo Paulo, desenvolvendo o ensino de Jesus, escreve-nos detalhes desafiadores sobre o significado de Jeová nos convidar, querendo ser nosso Pai. Diz ele que, mesmo antes da fundação do mundo o Senhor já havia decidido adotar como Seus filhos algumas criaturas. A única condição, mas condição decisiva, foi a atitude da fé. Porque, na realidade, não é fácil acreditar que um Criador, impensavelmente complexo e poderoso, tenha interesse em manter comunhão conosco, na nossa pequenez. Paulo, entretanto, diz que isto é verdade e que somente pela fé o ser humano pode receber “o poder de se tornar filho de Deus”. Por isso, mesmo nos piores momentos de nossa vida, lembremo-nos de que não somos abandonados: nós temos um Pai. Aba, Pai.